Produtos

Sugestões para equipar barco com um ou mais motores fora de bordo ou de centro.

Descrição

A marca Simrad é a mais adequada para o seguimento de barcos a motor desde os menores até os profissionais e os megaiates.

Para pequenos barcos a motor que não se afastam muito da costa, sugerimos:

A começar pela SEGURANÇA no mar.

O rádio VHF é um amigo nos momentos de perigo quando precisa de ajuda.

UM EXEMPLO

Podes ter alguma avaria no motor e estar à deriva. Outra embarcação se aproxima em alta velocidade. Se tens instalado um VHF com recepção e  transmissão de AIS e se o outro barco também tiver, mesmo que só recepção AIS, este poderá ver tua embarcação na tela e receberá um aviso de embarcação perigosa (que representa perigo se estiver em rumo de colisão ou muito perto de). Se a outra embarcação  tiver também a transmissão de AIS, poderás  vê-lo na tela e se está em rumo de colisão ou perto de. Ouvirás um alarme desta ocorrência e poderás ver na sua tela o nome da embarcação, podendo assim chamar no rádio pelo nome do outro barco no canal 16 e alertá-lo. Aliás, também é uma boa oportunidade para pedir ajuda.

Também poderás fazer uma chamada em DSC – Digital Selective Call (Chamada com seleção digital) utilizando o número MMSI – Maritime Moblile Service Identity (Identidade do Serviço Móvel Marítimo) da outra embarcação que se aproxima rápidamente e que aparece na tela do teu VHF.

Os três modelos de rádio VHF abaixo vêm com o DSC e GPS interno instalado, itens obrigatórios atualmente.

Para usar as funções DSC e transmissão de AIS é necessário a obtenção do número MMSI.

Não tendo o número MMSI o receptor AIS e a transmissão de rádio funcionam.

Não funcionam a transmissão do AIS nem a função DSC.

Faça, sem compromisso, orçamento on line. Clicando nos links em vermelho, abrirá num novo separador uma página com o produto. Abaixo do preço clique em “ADICIONAR”. Depois abra o carrinho clicando no topo da página entre “Contatos” e “Lupa” onde poderá ver os equipamentos escolhidos, os preços e o total,  já inclusos frete e IVA.

Para o rádio VHF com transmissão de AIS é necessária a instalação de duas antenas ou um antena splitter.

Caso já tenha o rádio VHF e uma tela multifunção podreá optar pelo AIS separado e duas antenas ou um antena splitter.

Clique abaixo para ver

VHF completo com transmissão e receção de AIS.

RS40-B

Também pode optar para um VHF completo com recepção de AIS, mas sem transmissão de AIS.

RS40

ou ainda um VHF sem a função AIS.

RS20

 

Passamos às telas multifunção.

A sonda que é um item de segurança é também a nossa prioridade.

Existem dois modelos de tela que aconselhamos para este porte de embarcação.

As diferenças entre a tela Cruise para embarcações menores e as telas GO e NSS são muitas.

A Cruise vem com GPS e sonda integrada e não faz mais nenhuma conexão com outros equipamentos, seja por NMEA 0183 ou 2000 nem por WiFi ou ethernet.

Já as telas GO e NSS se conectam via NMEA 0183 e NMEA 2000, ethernet, WiFi e Bluetooth entrada de vídeo via RCA e saída HDMI

O NMEA 0183 é uma via que se usava para conectar sensores como bússola e GPS a uma tela, mas que tem a desvantagem de precisar de uma porta para cada entrada, ou seja, não se pode enviar dados de GPS e bússola através de um mesmo par de fios a uma mesma porta.

A tecnologia NMEA 2000 mudou completamente este conceito e pode conectar vários instrumentos a uma só rede de dados além de ser muito mais rápida.

Com esta tecnologia pode-se conectar até 50 equipamentos entre telas e sensores em apenas um cabo que corre de proa a popa do barco.

Esta rede porém é usada somente para dados e comandos.

A rede ethernet é usada para tráfegos ainda mais intenso como imagens entre duas ou mais telas, módulos de sondas, radares e outros equipamentos.

As telas já vêm com WiFi integrado e servem para transmitir a imagem da tela para seu telemóvel, tablet ou iPad sem a necessidade de internet.

Já com sinal de internet por WiFi, pode-se pedir para que a tela faça uma busca em toda a rede e baixe todas as atualizações de software necessárias.

Bluetooth serve para conectar seu telemóvel para receber e enviar mensagens de texto.

Então pergunta-se; para que tantos dados?

Começando pelos rádios VHF acima, eles se conectam via NMEA 2000 e enviam à tela os dados do AIS e aparecerão na tela, sobre a carta todos os barcos que estão transmitindo AIS e que estão ao alcance.

Também o VHF avisa se há uma chamada de DSC e as chamadas de emergência.

A tela pode colocar a imagem do radar sobre a carta, o que ajuda muito a entender o que é terra e o que é barco. Para isso precisa de uma bússola eletrônica que forneça o rumo 10 vezes por segundo. Esta informação vem por NMEA 2000.

A série GO é mais limitada na rede ethernet, que só serve para o radar.

Não tem NMEA 0183, nem entrada de vídeo e nem HDMI.

Não tem teclado, sendo que só funciona na tela sensível a toque.

Tem NMEA 2000, ethernet (somente para radar) e sonda de 600W.

A série NSS é mais completa pois tem a ethernet para conectar módulos de sonda, outras telas que vão compartilhar a sonda, radar e carta, tem saída de vídeo em HDMI (nos modelos 12 e 16) e entrada em RCA, NMEA 0183 sonda de 1000W para dois transdutores em simultâneo.

Portanto, pode-se ver que a série GO já é bastante completa para cruzeiros e pesca em alto mar e a série NSS para uma pesca mais avançada, sendo que nos modelos 12 e 16, já tendo a saída HDMI pode-se conectar a um monitor de computador ou TV na parte interna ou no FLY e um teclado específico da Simrad para o controle deste monitor.

O tamanho da tela a ser usada depende do tamanho do barco, uma vez que em barcos maiores pode ser necessária a visualização a uma maior distância.

Clique abaixo para ver os modelos de telas multifunção.

NSS evo3 16

NSS evo3 12

NSS evo3 9

NSS evo3 7

GO 12

GO 9

GO 7

Após a tela multifunção, aconselho a escolher o transdutor.

Afinal a profundidade é muito importante para a segurança, e para quem quer pescar é muito útil.

Os transdutores para imagem 3D, DownScan e SideScan, funcionam para pouca profundidade, em torno de 80m.

Os transdutores de 50/200Hz Chirp (tradicionais) com os modelos GO vão a 300m e com os modelos NSS vão 1000m.

Para maiores profundidades pode-se instalar o módulo de sonda S5000 que tem potencia de 600 a 3000W.

Este módulo não funciona na tela GO.

Outro importante equipamento de segurança é o radar.

O radar detecta “alvos” que aparecem na tela na opção radar ou sobre a carta.

Lembre-se, quanto ao AIS só aparecem na tela os barcos que têm transmissão de AIS e a maioria dos proprietários de barcos pequenos optam, por economia,  pelo equipamento que só recebe.

Por isso a importância do radar, pois este irá mostrar na tela todos os barcos que estiverem ao alcance, porém em forma de manchas.

Teoricamente um barco com AIS, Plotter, Carta e Radar, poderá navegar em um porto movimentado com neblina serrada.

Esta é a primeira função dos radares, que normalmente são fechados num domo. Já os mais exigentes procuram os radares de antena aberta com maior alcance e sensibilidade que podem detectar até bandos de gaivotas; onde há gaivotas há peixes; também podem detectar nuvens de temporal.

Clique abaixo para ver os radares para embarcações de pequeno a médio porte.

3G

4G

Radar Halo 24

Piloto automático.

Para conforto, economia de combustível e muito útil para pesca.

Vamos como exemplo navegar de Lisboa a Vilamoura. Uma distância de aproximadamente 150 milhas náuticas que a 20 nós daria em torno de 7,5 horas, sendo que neste percurso existem duas retas e duas curvas.

Para o timoneiro, é uma tarefa muito monótona e logo vem o sono e a desatenção ao rumo causando uma viagem mais comprida devido ao zigue- zague. Portanto é mais produtivo e confortável deixar por conta do piloto automático esta tarefa enquanto que o timoneiro pode se movimentar, fazer uma ronda, tomar um café e ficar atento ao aviso de aproximação de qualquer embarcação dado pelo AIS e radar, baixa profundidade informada pela sonda, desvio de rumo dado pelo piloto, mudança de velocidade etc.

Tudo é monitorizado quando anteriormente configurado.

Quando chegar o momento de fazer a curva (guinar) à esquerda (a bombordo) o piloto automático avisa a uma distância ou tempo pré definido que deverá guinar a bombordo e não o faz enquanto não houver um uma autorização para fazê-lo.

Já na pesca, o piloto automático também é útil no corrico e nos percursos que já vêm pré-programados, como por exemplo em espiral abrindo ou fechando, ir e voltar sobre o mesmo caminho ou paralelo com uma distância definida (varredura) e também pode manter uma rota fazendo curvas para acompanhar uma determinada profundidade.

A diferença entre os modelos de pilotos automáticos é basicamente a potência que oferece ao atuador do leme, que pode ser hidráulico com uma bomba reversível ou mecânica, também com motor reversível.

À configuração do piloto automático inserem-se dados do tipo de casco: deslocante, semi-planante ou planante, comprimento; entre outras informações.

Depois o processador do piloto automático fará alguns testes ainda com o barco parado.

A próxima etapa é navegando com o barco em círculos; o processador mede a massa de ferro do barco e calcula o desvio de bússola para então descontar este desvio. Em seguida começa a fase de aprendizado do processador do piloto automático, onde ele faz pequenos movimentos do leme e mede a taxa de giro e o tempo de compensação para que possa trabalhar com precisão.

Clique abaixo para ver os modelos de pilotos automáticos conforme o tamanho da embarcação.

VRF (Sensor de leme virtual). Aconselhamos a opção com sensor verdadeiro.

Para embarcações de até 10m

NAC-2 VRF core pack  (sem sensor de angulo de leme)

NAC-2  core pack

Para embarcações acima de 10m

NAC-3 VRF core pack (sem sensor de angulo de leme)

NAC-3 core pack

 

Painéis de controle para pilotos automáticos

São dois os tipos de painéis de controle dos pilotos automáticos.

Os dois modelos servem nos processadores NAC-2 e NAC-3 e fazem as mesmas funções.

AP-44

AP-48

 

 

 

 

 

 

 

Avaliações (0)

Avaliações

Não existem opiniões ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Sugestões para equipar barco com um ou mais motores fora de bordo ou de centro.”

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *